Oie! Como eu estou um pouco sem tempo resolvi postar a historia para não ficar sem nada, então ai vai mais uma historia essa é: Algo no espelho: O eu maligno. Eu li essa historia e adorei! Sabe eu sou daquelas meninas que gosta de historia e filme de Terror! Aproveitem!
(...)



A muitos anos atrás, existia uma lenda dizendo que dentro do espelho você podia ver seu eu maligno e se você não se arrependesse de seus pecados, você morria ao olhar para o espelho. Essa lenda de séculos atrás foi chamada de a lenda do Eu maligno. Paulo não acreditava nessas coisas, 17 anos, um garoto simpático, mas quieto na dele. Se preparava para uma festa na casa da garota que gostava. Não, ela não sabia disso, tinha namorado sério e era apenas conhecida de Paulo. Paulo estava sempre fazendo planos para conseguir ficar com Gabi, mas nunca conseguia chance ou oportunidade de pegá-la.

Estava preparando um novo plano enquanto se vestia rapidamente já atrasado. Preparava algo, mas tinha medo de usar. Colocara então como plano B. Queria se divertir na festa, mas possuía más intenções também. Suor e nervoso, uma grande vontade de estar com a garota que amava o deixava doido, mas ele tinha que aguentar, aguentar até o final, até o final da festa para conseguir conversar com ela e confessar seu amor. Mas não era um amor do qual você chama de lindo e maravilhoso, era um amor macabro e psicótico. Ele queria tê-la e ia tirá-la dos braços de qualquer um. Ele sentia o cheiro dela de longe, pensamentos e pensamentos deles dois juntos. Deles dois casando. Dela virando sua escrava pela eternidade.
Estava quase vestido, olhava para as 400 fotos da garota. Ele tirava todas secretamente na escola. Tudo quanto é foto, sentada, em pé, ele gostava das fotos dela lutando karatê, tirava as fotos escondidamente da janela da sala de karatê, mas todas que tinham seu namorado, ele rasgava a cabeça do garoto ou cortava a foto ao meio. Um amor perigoso formado por psicose e raiva, mas nada de um amor daqueles.
“ Aqui estou” Falava pronto praticamente jogando perfume na roupa.
Chegara rapidamente na festa, nada de Gabi. “ Onde ela está?” Perguntava para todos, ninguém sabia. Subira nas escadas e encontrara Gabi e o namorado se beijando. Ódio e dor e mais ódio. O tempo foi passando e o garoto bebia e bebia sem se preocupar com a idade. Avistara a garota e foi correndo falar com ela. Bêbado soltou rapidamente um “ Eu te quero” e começou a beijá-la, ela deu-lhe um tapa e ele recebeu um soco do namorado irritado. Ficou sozinho na festa, pensava no plano B... queria fazer o plano B, mas não tinha coragem, até que viu os dois se beijando de novo. Não esperou, quebrou o espelho, pegou um caco e acertou o garoto no pescoço e depois a garota na barriga, saiu correndo para casa.
Nervoso e suor, raiva e ódio, barulho de sirene de polícia, passos e passos. O garoto parecia estar calmo, mas começou a escutar barulhos vindo do espelho, abriu rapidamente o armário e se olhou. Não era ele, ou será que era? Estava deformado e com olhos vermelhos, sorria malignamente e por 5 segundos o garoto viu do espelho tudo que tinha feito de ruim no dia. O monstro sorria, o garoto sorria sendo puxado para dentro do espelho, somente seus óculos foram achados no chão, chão sujo de sangue e o espelho reduzido a mil cactos. Pense duas vezes antes de fazer algo errado, os espelhos te observam. Eles estão em toda parte...
(...)
Beijos!







 




4 Comentários

  1. Uau! Bem assustadora essa história!

    http://adoravel-solidao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muuuuuuuuuuuuito!
      Não vou nem dormir kkkkkk!
      Beijos

      Excluir
  2. não me assustei nem um pouco isso pq tem 9 anos

    ResponderExcluir

Oi, obrigada por visitar o Blog! Gostou do Post?? Deixe seu comentário dando sua opinião e deixe o link do seu Blog, para eu ver depois! Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...